Quando há Falta de carinho
E se instala a solidão.
O amor e como espinho
Que esspeta o coração.

Carmo Vasconcelos

Quem me dera ser sarado
para viver tanto assim…
trovejando e sendo amado
como é Sara Furquim!

Francisco José Pessoa

Numa linda trajetória
feita de luz e maestria,
Sara vive para a glória
dos encantos da poesia.

Francisco Gabriel –

Tens o signo dos poetas,
se pões na vida emoções,
e com sonhos arquitetas
catedrais nos corações.
Antônio Fernandes
Todos juntos lá em casa,
churrasco dominical,
carne cheirosa na brasa,
a família em alto-astral.
Apparecida Moreira Pereira
(Cida Moreira)

Passando eu pela vida

quero ser como criança!
Do mal  ela esquecida
só do bem guarda lembrança.
Terezinha de souza campos
Sou ainda meio infante
nessa minha ideia nova,
de pegar o exato instante
e prendê-lo numa trova.
Aparecida Gianello dos Santos
Sara Furquim, trovadora
fez de exemplo em seu viver
por cem vezes, precursora,
de uma fonte do saber!
(Josias Moreira de Alcantara)
I

 E já faz um centenário

que Sara,essa trovadora,
vem deixando em literário
mensagem encantadora !
II
Com exímia maestria
escreve sua canção,
carregada de poesia
que encanta o coração !
Mariangela da Silva Santos
I
Quisera eu ser Trovadora
para expressar uma glória:
Sara Furquim, Professora…
meio século de história!
II
Muitas honras merecidas…
Mestra de grande valor;
iluminou tantas vidas
com a tocha do puro Amor!
Dodora Galinari
Com cem anos, segue assim:
faz trova a qualquer horário…
Parabéns, Sara Furquim,
pelo seu Aniversário !!!
Ari de  Campos
Sara Furquim, só quem ama
os versos, na plenitude, 
reina altaneiro e declama:
cem anos de juventude!!!
Heder Rubens Silveira e Souza
Chapecó
Livro fechado na estante
esquecido, mudo e só,
faz lembrar um caminhante
perdido, morrendo ao pó…
Domingos Freire Cardoso
Portugal
Com lindas trovas, enfim,
consagrando a sua glória,
a Poeta Sara Furquim,
faz seus cem anos de história.
Fabiano de Cristo Magalhães Wanderley.
Navios descem aos mares.
Fazem tráfegos nas águas,
e as vezes em nossos lares,
navegamos entre as mágoas.
Josias Moreira de Alcantara
Rio Branco… tem seus planos…
Sara Furquim, sensatez;
Aplaudimos seus 100 anos…
toda a cidade, o que fez…
Mário Moura Marinho
Neste meu imaginário
Foi alegria para mim
Celebrar seu centenário
Poetisa Sara Furquim.
João Bosco Strozzi

I
A composição da trova,
deleite do trovador,
é cantar a boa nova
e alma solta com amor.

II

A mestra Sara Furquim,
janela pura da trova,
com palavras de cetim,
o bem e o belo renova.

Gabriela Pais (Portugal)

Dona Sara chega aos cem
qual se fosse uma menina.
– Para quem só faz o bem,
a vida jamais termina.

Faz da vida o seu jardim,
cuida dele com amor,
assim é Sara Furquim,
mulher de muito valor!

Talita Batista –

Dona Sara chega aos cem
qual se fosse uma menina.
– Para quem só faz o bem,
a vida jamais termina.
Uma data como esta 
a outra não se compara.
Toda trova está em festa,
pelos cem anos de Sara.
Massilon Silva
Nossa UBT Nacional,
com trombetas e clarim,
festeja, com meu aval,
nossa irmã Sara Furquim!
Domitilla B. Beltrame
Nossa UBT se renova
nos versos desta “operária”
que tanto faz pela trova:
Sara Furquim, centenária!
Domitilla B. Beltrame

Uma data como esta 
a outra não se compara.
Toda trova está em festa,
pelos cem anos de Sara.
Massilon Silva

Nossa UBT Nacional,
com trombetas e clarim,
festeja, com meu aval,
nossa irmã Sara Furquim!
Domitilla B. Beltrame
Nossa UBT se renova
nos versos desta “operária”
que tanto faz pela trova:
Sara Furquim, centenária!
Domitilla B. Beltrame

Magnífica nos cem anos,
Sara Furquim, trovadora.
Toda palavra, em seus planos
sempre foi motivadora.

Nadja Cristina Lenzi Gadotti

Sara Furquim, um lendário
exemplo de trovadora,
nos deixa em seu centenário
a sua lição norteadora!

Vânia Figueiredo

Parabéns à mestra Sara,
pelos cem anos vividos.
Hoje a UBT declara,
méritos reconhecidos.
(Silvia Maria Svereda)
Vida longa é feita assim:
boas festas, roupas novas…
Parabéns, Sara Furquim,
pela idade e pelas trovas !!!
(Ari Santos de Campos)
I
O teus cem anos de estrada
foi com certeza a alegria
dando amor em tua jornada
Sara Furquim o teu guia.
II
Sara Furquim trovadora
Parabéns por teu exemplo,
Grande Mestra educadora,
cem anos ornam teu templo
Dalva Maria de Araújo Sales
Eu divido a minha vida
como se houvesse dois «eus».
Um, antes da despedida,
outro após o teu adeus!
Jaime Pina
Sara Furquim é deidade
Orgulho da nossa Nação!
Com cem anos de idade
Merece toda ovação!!!
Terezinha de Souza Campos e Neves
I
Sara Furquim, trovadora
Fez de exemplo em seu viver
Por cem vezes, precursora,
De uma fonte do saber!
II
Sara Furquim, trovadora
Transcendeu no centenário,
Pois teceu, foi precursora
Do seu verso extraordinário!
Josias Moreira de Alcantara
Ao ter da vida um retrato
a própria vida nos diz
que só é feliz de fato
quem faz outro alguém feliz!..
Elias Pescador
Folhas úmidas denotam,
num tronco recém-tombado,
gotas de seiva que brotam,
em pranto, sobre o machado…
Vanda Alves da Silva
I
Pés firmes nas convicções, 
olhar voltado a mudança.
Como herança às gerações
das ações resta a esperança.
II
Cada jornada vivida,
possa a Deus oferecê-la.
E ao calendário da vida
desponte uma nova estrela.
LUIZ DAMO
I
Num domingo ensolarado
nós estávamos no parque…
Sentimos o céu nublado
lá de longe ouviu-se um baque.
II
Cumprimentos pelo tempo
escoando pelas mãos…
Semeando em contratempo
trovas,em forma de grãos.
LILIANA F.M. MINGHELLI
Os linhos cabelos brancos,
as rosas do tempo abraçam;
Os velhos relógios mancos,
as almas puras enlaçam.
Arthur C. Della Giustina –
Presidente da Cultura
 As sementes germinadas
ao léu das horas florescem.
Desabrocham encantadas
quando  novas vidas  crescem.
Arthur C. Della Giustina –
Presidente da Cultura
Neste mundo tresloucado,
quem quiser ser mais  feliz,
deixe os problemas de lado…
De trovas, seja aprendiz.
Lucí Barbijan –
Presidente da UBT- Seção Caxias
Sonhos que juntos sonhamos
expressamos em poesia!
De mãos dadas nós andamos
pela vida, dia após dia.
Lucí Barbijan –
Presidente da UBT- Seção Caxias
«Sara»  ria com amor
na manhã ensolarada.
O bebe vai com vigor…
Cai (!) tentando a caminhada.
Elisabete Scholz –
Vice-Presidente das Relações públicas.

Consultando os meus arquivos,

Sara, entendi no final…
Que és imortal entre os vivos,
e és nossa eterna imortal!
Prof. Garcia
Na Imensidão estrelada
vejo a mais bela pintura:
aquarela desenhada
numa tela sem moldura…
Antônio Gonçalves Hudson
Que satisfação mais cara…
ler trova tupiniquim…
Ceifada da mente Clara,
enfeixada com Furquim.
Luiz Vieira
Aos cem anos… poetiza…
trovadora… muito amada.
Sara Furquim eterniza
Seus versos, sua estrada…
Célia Terezinha Neves Vieira
I
Munido de trovas vim!
Hoje a festa é literária.
Saúdo Sara Furquim,
trovadora centenária.
II
O meu preito se derrama
nesta trova concebida:
Sara Furquim, nossa dama,
um abraço e longa vida!
III
Um século de existência
completa a irmã trovadora
e de toda reverência
a Sara é merecedora.
Jerson Brito
Pororoca grande onda
Mexe e remexe os barquinhos
No barranco ela estronda
Assustando os ribeirinhos
José Roberto Cercal
Um, dois três… vinte, cem anos
de convívio e de amizade,
sem decepções, desenganos,
é ser feliz de verdade!
Vânia Ennes
“Volta, amor!” – Esse é o chamado
da saudade, ao ver-te ausente –
“Em memória do passado,
eu te peço este presente”.
WANDA DE PAULA MOURTHÉ
Parabéns mais uma vez
neste dia especial.
Que durante todo o mês
só se encontre em alto-astral!
Apparecida Moreira Pereira
(Cida Moreira)
A trova, ligeira e breve,
É nossa alma resumida.
Em poucas linhas descreve
A ligeireza da vida.
César Sovinski

É festa no calendário,
dia de Sara Furquim
que marca seu centenário,
tendo a trova como fim.

Nélson de Souza

Por que tu apagas o azul,
deixando opaco esse céu?
Ó névoa densa do Sul,
queres pra ti todo o véu?

Maria Eunice Silva de Lacerda


Dia vinte de setembro, a Igreja
Celebra, com muito amor,
E o povo, alegre, festeja,
Nasceu um novo Pastor.

Albano Bracht


O dia acorda cinzento,
há mudança de estação.
A bruma dizendo ao vento
que o tempo não para não.

Ana Welter
No calendário das flores
a colheita é permanente,
a chama dos seus amores
aquece o peito da gente.
Lucrecia Welter Ribeiro
Sara Furquim se extasia
com a láurea recebida,
quando Rio Branco a premia
aos seus cem anos de vida!
Glória Tabet Marson