TROVAS EM PORTUGUÉS

 

Todo lo publicado en  ARISTOS INTERNACIONAL está sujeto a 
la ley de propiedad intelectual de España
En la actualidad se encuentra en trámite el Depósito Legal 

Ao “bebum” que choraminga,
o doutor não mais engana:
-“Se, por lá,cana dá pinga; 
por aqui, pinga dá cana!!!”
    Antonio Colavite Filho –              

 -Tenho um pequeno defeito!
E ela viu, no engano pleno,
que o defeito do sujeito,  ç
era pra lá de pequeno! ç
     Arlindo Tadeu Hagen –        

Quanta coisa – minha nossa!-
leva a engano deprimente!…
-Vi que “casinha”, na roça, ç
é banheiro… e tinha gente!  ç    
  Cléber Roberto de Oliveira –        

Na venda, a moça esculacha
pelo engano que se deu:
pediu a maior bolacha, ç
e o vendedor lhe bateu! ç    
 Dodora Galinari –      

Ela engana o marinheiro
que sempre lhe afoga a mágoa.
    Também engana o padeiro… 
   e vai vivendo a pão e água!   
 Edmar Japiassú Maia –

 
É normal ver a cigana
lendo a sorte de um cliente…
E ela diz que não se engana
mas engana muita gente! 
Edmar Japiassú Maia –
 
– Gostosa! – diz, leviano.
– Ela é minha filha Ester…
– Perdão, é a outra, que engano! 
– A outra é minha mulher.
       Élbea Priscila de Sousa e Silva –  

 
Morre a sogra do Herculano,
e o mesmo, por prevenção,
para que não haja engano, 
põe cadeado no caixão!     
Élbea Priscila de Sousa e Silva – 
 

Diz o caipira ao chegar
“de fogo”, à mulher que o xinga:
-“Houvo engano lá no bar… 
eu disse “Mé”… deram “pinga”!!!  
     Ercy Maria Marques de Faria –  

 
“Eu quero viver cem anos!”
– pede a um gênio meio arteiro.
E quem não comete enganos?
Nunca mais foi ao banheiro! 
     Jaime Pina da Silveira –          

Em seu engano grosseiro,
vovô, que anda mal da cuca,
diz que, em casa de ferreiro,
não mete a mão em cumbuca!
 João Freire Filho –       

 
A galinha “bate o pé”:
– Que papagaio, que nada,
engano seu, garnizé, 
aquilo era “alma empenada”!!! 
José Ouverney –   

 
– Aqui fala o cobrador.
Pague a conta! Não questione!
– É um engano, meu senhor.
Eu nem tenho telefone!    
Newton Vieira –        

 
Num casório aconteceu
engano quanto à pessoa,
e então um homem ateu  
casou com a mulher à toa!  
Renata Paccola –   
 

Casamento traz enganos,
pois seu muso inspirador
pode virar, depois de anos,   
o seu museu roncador! 
Renata Paccola –     

Preocupada, a sogra liga:
– Não te vejo há mais de um ano!
E o genro, fazendo figa: 
– Desculpe, mas foi engano!… 
Renato Alves –       
 
O salão, que se destaca,
lota, assim que a noite desce,
por um engano na placa:   
– “Faço tranças”… tá com S!!!  
   Therezinha Dieguez Brisolla 

Suja o muro o pichador.
Preso, grita e faz baderna:
– Isto é um engano, Doutor!  
Só fiz arte pós-moderna. 
        Wanda de Paula Mourthé    

 

Deja un comentario