TEXTOS H I P O C R I S I A

 

Todo lo publicado en  ARISTOS INTERNACIONAL está sujeto a la ley de Propiedad Intelectual de España  noviembre  de 2.021 nº 47

La Dirección no se responsabiliza de las opiniones expuestas por sus autores. 
Estos conservan el copyright de sus obras
AL SERVICIO DE LA PAZ Y LA CULTURA HISPANO LUSA

REPULSIVA HIPOCRISIA !!!
Oliveira Gonçalves
Brasiol

A hipocrisia é, entre outros similares, algo tão baixo e repugnante quanto a inveja e o mau-caratismo. É uma espécie de marca registrada dos adeptos do faze o que eu digo, mas não faças o que eu faço. Pensando, cá, com meus calados e bem comportados botões, classifico a hipocrisia como um descarado e malicioso passa-moleque. E a considero a parceira ideal da inveja. Porque tanto um quanto a outra demonstra um sentimento profundo de inferioridade e má-fé, ao qual poderíamos chamar de vigarice ou, mesmo, de falsidade ideológica. Eis que a hipocrisia mente. E a inveja tem um jeito de ciúme! Ambas são negativas e perigosos!

Lamentavelmente, nestes tempos bicudos e escassos de quase tudo, a hipocrisia campeia pelos quatro cantos do mundo. Bocas mentem descaradamente e atacam – de forma vil e covarde – homens de bem, idéias brilhantes e mãos limpas, que trabalham em prol do progresso da evolução pessoal e espiritual do ser humano. Em prol da Paz no Planeta-Azul. Em prol da Liberdade – Bem Maior que nos foi dado por Deus, pois que ninguém tem o direito de escravizar ninguém, nem se arvorar em dono ou proprietário do corpo de um homem e, muito menos, de sua Alma! Que Deus não criou filhos e filhas para a servidão, mas, sim, para serem homens e mulheres livres. Livres de prisões e de qualquer tipo de algemas ou de ideologias. Sejam sociais, políticas, morais, religiosas ou econômicas.

Globalizaram o mundo. E o mundo encolheu. Ficou pequeno. Virou, de repente, numa simples aldeia globalizada. E, infeliz e tristemente, essa nefasta e planejada ação não nos aproximou para os fraternos propósitos do Bem, mas para os sórdidos propósitos do Mal. De repente, não mais que de repente – como escreveu o lirismo do poeta – o mundo foi adoecido. Milhões de pessoas foram mortas. E o mundo virou um caos. E a nojenta e criminosa hipocrisia, mais uma vez, com sua face risonha e descarada, distribuiu mentiras e tentou sustentá-las através de uma praga mundial chamada fake-news!

Felizmente, caiu a máscara da cara debochada da hipocrisia. Não há mais onde ela possa se esconder. Ou seja: meter a própria cara. Ainda que não seja de vergonha. Pois vergonha é qualidade que trazemos de berço. E hipocrisia e corrupção são coisas do homem desumano, cruel, vazio e, redundantemente, hipócrita!!

DIANTE DO ESPELHO
Por: Marilza Pereira Calsavara

Diante do espelho, vemos nele a imagem daquele ser que está à sua frente.
É o aspecto físico fielmente retratado.
Falando do ser humano é natural que o rosto expresse algum sentimento que no espelho se reflete, como um sorriso de felicidade, um rostosério de preocupação, lágrimas de tristeza ou um semblante de contemplação.
 Mas o espelho não reflete a alma e os sentimentos nela contidos.
São tantos os sentimentos que povoam a nossa mente, que habitam no nosso coração.
Existe um sentimento que habita numa grande parte dos seres humanos e que nunca é expresso, um sentimento velado, disfarçado, dissimulado.
Mas ele existe, e começa a se manifestar geralmente depois da infância, quando a inocência da criança começa a ser contaminada pela “HIPOCRISIA” da sociedade, onde ela impera e desliza como uma serpente.
Há tanta hipocrisia que mais parece que vivemos no mundo dos falsos e da mentira.
Vivemos em um mundo de mentira.
Falsos sentimentos, atitudes forçadas e hipocrisia.
Hipocrisia é falar mal de quem faz tudo aquilo que você sempre quis fazer, mas tem medo.
Algumas pessoas surgem em nossa vida como uma bênção, outras como uma lição.
A hipocrisia política é incorrigível.
É hipocrisia crer que a violência não existe…
A hipocrisia atinge o seu ponto máximo vitimando com difamações e inveja, virtudes verdadeiras em outros.
Deixa o tempo que ele se encarrega de mostrar quem as pessoas são. A pessoa pode fingir, mas não consegue manter por muito tempo.
Suas ações demonstrarão quem ela é.
Não fique triste por não ter visto antes, fique feliz por algum dia ter descoberto.
Saiba com galhardia vencer a triste decepção e lembrar-se das palavras de JESUS:
“Perdoai-os Pai, porque não sabem o que fazem”.

 

DISSIMULAÇÃO
Por: Cema Raizer

Desde sempre, a dissimulação foi uma atitude negativa que prejudicial atravessa os tempos… e, nessa hora de dissertar sobre o tema, tudo se torna mais claro, faz sentir de perto, os males que atingem o ser, ao pensar sobre o tempos antigos e atuais sabemos pelos mais antigos, histórias de vidas que foram marcadas pela hipocrisia, falsidade, dissimulação…e tantas denominações traduzindo medo, inveja, ódio, vingança, poder… Difícil discorrer sobre um tema, forte e tão abrangente em todo o mundo, através dos tempos! Reconhecer com clareza tudo o que a vida conta do passado, sentindo, ao ler e saber, até um ponto em que nos faz meditar o agora… nos mostra verdades, indicando que temos que ter princípios e respeito mútuo, praticando um pouco mais de humildade, adquirimos uma força interior que nos dá sabedoria, auto conhecimento, confiança e atitudes de equilíbrio!
Nunca estamos prontos, e nem somos perfeitos, mas sabemos que somos seres humanos, dentro de verdades, medos e dúvidas! Podendo ter compaixão que suaviza nossa angústia e nos dá força!
Afinal, somos surpreendidos e surpreendemos… muitas vezes inexperientes, de coração aberto, tentando entender nossas imperfeições, mas tentando ser justos e livres nesse mundo tão diverso…
Assim, nos adequamos sabendo que podemos conviver eliminando adversidades, ajustando a vida dentro de um ritmo de amor e paz…
De sonhos, atitudes, saudades, poesia, trabalho, alegrias e tristezas… entendendo que dissimular é um erro, mas que proclamar a verdade é correto… sabendo que por isso a vida pode ser bela!

A HIPOCRESIA MATA
Por: Artur Soares
Portugal

O mundo católico/cristão acaba de celebrar neste ano de 2021, João Baptista – bem como S. Pedro e Santo António – que nasceu cerca de seis meses antes de seu primo Jesus de Nazaré. Os pais do santo eram Zacarias, um sacerdote do Templo de Jerusalém, de Isabel, prima da mãe de Jesus. Os pais de João Baptista eram um casal de idade bem avançada – que nunca tiveram filhos – mas a quem Deus prometeu irem ter um filho – João.

Já adulto, João Baptista inicia o seu apostolado, o desentulhar da rebeldia para que Cristo falasse, ensinasse e cumprisse a vontade do Pai. Então, pelos 25/26 anos de idade, João inicia a caminhada, aconselhando, catequizando e que, depois dos seus ouvintes arrependidos e dispostos a segui-lo, baptizava-os publicamente.

Foi assim que, segundo os Evangelistas, Cristo se abeira do rio e de João e lhe pede para ser baptizado, pedido que João regateou dizendo: “Eu é que tenho necessidade de ser baptizado por Ti e Tu vens a mim?” Cristo respondeu-lhe: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça”. E então, após o baptismo e ouvido por muitos, uma voz dos céus dizia: “Este é o Meu filho muito amado em quem pus as minhas complacências”.

Mais tarde Jesus Cristo, referindo-se a João Baptista como um dos maiores entre os homens afirmou: “Este é aquele de quem está escrito: “Eis que envio o Meu mensageiro diante da tua face; ele preparará o teu caminho diante de ti”. (Mat.11,10).

São João Baptista era santo antes de nascer, por vontade de Deus. João sabia, qual era a sua missão. Sabia e conhecia a maldade do mundo e dos homens. De tudo falava, explicava, dizia ao que vinha e testemunhava sem horários, sem descanso e sem alimentação digna, que os homens tinham de mudar de vida, de rumo, das suas formas anarquistas de pensar e sobretudo a mudança para melhor justiça social, paz e bem, porque João “sabia” que Cristo precisava de terreno desobstruído para ser profundo nas mensagens que haveria de transmitir e por elas morrer.

João Baptista, o louco como alguns pensaram, incitava a que todos se arrependessem das badalhocadas/maldades cometidas; que fossem bons trabalhadores e que os donos das vinhas fossem justos e não sugadores de salários, de forma que o mundo fosse mais justo entre todos. O santo apelava na via pública que fossem solidários e que vivessem vidas honestas, respeitando todos e que a lealdade nunca faltasse entre todos.

João Baptista, que arrastava multidões, que era escutado sem distracções de ninguém, apelava insistentemente – sem demagogias – por onde passasse, que ninguém desrespeitasse ninguém e ninguém se fizesse valer do cargo ou das funções que exercesse para esmagar fosse quem fosse. Mais de dois mil anos passados, infelizmente, os cilindradores no poder, continuam a não ouvir a voz do santo, mesmo que provoquem misérias sociais nos lares dos esmagados.

É nesta linha de denúncias – mais antigas que as do Boaventura em “Confissões de um pecador consciente”, sem correr o risco de ser decapitado como São João –  e de consciencialização das mentes, das responsabilidades sociais que todo o homem deve pensar que, num dia de grande afluência de gente que apreciava por onde Herodes Antipas passava, o qual se tinha casado com Herodias, a mulher do seu irmão, João bem alto e sem medo nem respeitos humanos disse a ambos (H. Antipas e Herodias): “Não te é permitido tê-la”.

Pelo que João denunciou, custou-lhe a vida: preso e decapitado. Mais de dois mil anos passados das mortes de São João e de Cristo pelas denúncias feitas e injustiças entre a humanidade… – ao contrário do que cantou Carlos do Carmo, “temos de ter olhos e ver, ouvidos e ouvir e boca para falar”. Felizmente que há leis e instituições que apoiam as denúncias, isto é, todas as situações que vão contra os direitos do homem, contra as violências profissionais, socias e económicas que continuam vivas e selvagens.

 Assim concluiremos que todos os cristãos – como fez São João – sobretudo os mais responsáveis, os de voz mais forte, têm obrigação da denúncia na injustiça, na mentira, na paz e na fome dos homens. Quem é líder-cristão terá de remar permanentemente contra a maré. A sociedade civil, os seus líderes, não quer ser desmascarada nem apontada como fez João Baptista. Mais: a sociedade sabe que a verdade provoca arranhões, desnuda, destampa e temem-na, mas esquece que a hipocrisia destrói, mata. Ora João Baptista veio para falar verdade e da VERDADE. Não foi hipócrita.

Viva os Santos Populares!

1 comentario en “TEXTOS H I P O C R I S I A”

  1. LI TODOS OS TEXOS:
    – DEIXO REGISTRADO ALGO QUE MUITO ME COMOVEU:
    «REPULSIVA HIPOCRISIA»: » OLIVEIRA GONÇALVES» : Desabafo sincero, forte e realista…»Deus não nos criou para a solidão,
    O mundo está doente, hipocrisia e corrupção são desumanos!»
    «DIANTE DO ESPELHO!» : MARILZA P.CALSAVARA: Título bem elaborado! O texto então… Importante!!!
    » A HIPOCRISIA MATA» : ARTUR SOARES: Uma fala séria, a contar de S.João Batista, mostrando valores de sua missão de Paz e
    de Bem, que buscava esclarecer , numa época tão remota… numa comparação, vejo que ao nosso tempo tão evoluído, ainda
    estamos numa posição e expectativa de dar dó! Parabéns a todos!

    Responder

Deja un comentario