POEMAS EM PORTUGUÉS NAVIDAD DIFERENTE

Todo lo publicado en  ARISTOS INTERNACIONAL está sujeto a la ley de propiedad intelectual de España

Diciembre 2020 nº 38

La Dirección no se responsabiliza de las opiniones expuestas por sus autores. 
Estos conservan el copyright de sus obras
AL SERVICIO DE LA PAZ Y LA CULTURA HISPANO LUSA

 

COLABORAN: Maria Inês Aroeira Braga .-Virginia Branco .-Regina Carvalho –Yvany Costa Gurgel do Amaral  .-Alfredo dos Santos Mendes).-Eugenio de Sá .-Jusmaria da Cunha Carvalho.-Celso Henrique Fermino (Brasil).-Santa Catarina Fernandes da Silva Costa  .José Ernesto Ferraresso ..-Tito Olivio.-Gabriela País .-Cema Raicer .-Lucia Ribeiro

UM NATAL DIFERENTE
Maria Inês Aroeira Braga
Brasil

Tornaram a data tão artificial…
As lojas ricamente ornamentadas
Em seus interiores e fachadas…
Onde estava Jesus nesse Natal?

Árvores lindas, brilho de cristal…
As ceias desde cedo idealizadas,
Com fartura, em mesas enfeitadas…
Onde estava Jesus nesse Natal?

Como lembrar da noite em que Maria
Na pobreza, teve o Filho com alegria,
Se o cenário difere do real?

Mas hoje, em meio à triste pandemia,
Talvez nos corações haja harmonia,
Para acolher Jesus nesse Natal…

NATAL DE LOUCOS
Virginia Branco
Portugal

Festas  de família e de Jesus,  a luz |
Estamos em época de pandemia.
Um novo virus no mundo, é nossa cruz.
O Covid – 19 mata por pneumonia.

O mundo sofre sem medicamentos,
os países estudam nova vacina,
Menino Jesus envia linimentos!
Tuas bençãos podem parar a chacina.

Pedem-nos  que o Natal seja diferente.
Famílias,  não façam orelhas moucas!.
Maria,  que teu filho seja clemente.

Natal de sabor amargo;-Festas poucas….
Será que o Pai Natal deixa presentes?
A morte vem todos os dias; -Perdas loucas!!!!!

UMA CANÇÃO SOBRE O BERÇO
Regina Carvalho
Brasil

O berço humilde,
toscas palhas
na manjedoura…
Os olhos do Menino
olham a brilhante estrela
a luzir indicando o caminho.
Os animais se chegam
em adoração…
Pastores ajoelhados
e anjos em revoada
adoram o Menino acabado de nascer.
Quem é esse Menino? Quem será?

Todos sabemos quem é
É Jesus, o Deus Menino
é Aquele que veio os pecados
dos homens redimir
pregando desde menino
a Paz e o Amor entre os homens.
É vosso aniversário Jesus!
Acolha nossas preces,
pede ao Pai por nós pecadores
Ouve nossa canção no Teu berço!
Feliz Natal!

NATIVIDADE
Yvany Costa Gurgel do Amaral
Ceará- Brasil

O Anjo anunciou
Que Maria iria
Ser a mãe do filho de Deus
E a humilde serva,
Sem entender bem o que acontecia,
Aceitou a missão
Que o Mensageiro lhe trazia.

E nasceu o filho
Da sua virgindade,
Ela o acolheu com imensa felicidade
E um brilho no olhar,
Comum a todas as mulheres
Que têm o dom
De germinar a humanidade.

Ela o embalou em seus braços,
Cantou para ele
Lindas canções de ninar,
Desejou para ele
Um lindo futuro
E O ensinou a andar,
Ele aprendeu, com seu exemplo,
Uma grande capacidade de amar.

Mas ele cresceu bonito e forte
E de seus braços foi se desvencilhando,
Discutiu com os doutores no Templo,
Uma nova mensagem
Foi aos seus discípulos ensinando,
Subiu a montanha
E falou para a multidão:
“Amai-vos uns aos outros.”

Maria teve seu filho
De volta a seus braços.
Ele repousou o corpo inerte
No seu colo
E ela chorou por todas as mães
Que também perderam seus filhos
Por razões inexplicáveis.

Maria, protege com teu manto
As mães que também perderam
Seus filhos muito amados
E fazei com que seus colos vazios
Um dia possam ser preenchidos
Com aqueles que lhes serão devolvidos
Pela Bondade, Justiça e Amor
Do Ser Superior…

POEMA DE NATAL
Yvany Costa Gurgel do Amaral
Ceará- Brasil

Se você visse, como eu vi,
O menino querendo nascer
Sem ter um simples lugar
Procurando um sorriso, um olhar
E só encontrando
Rostos hostis de abandono.

Se você visse, como eu vi,
O Menino à procura de um amigo
Para repartir com ele a sua paz
O seu amor, o seu carinho,
E as pessoas dentro de si mesmas,
Como se fossem o centro do Universo.

Se você visse, como eu vi,
O Menino-Jesus num berço pobre,
Com a aura de Salvador
Da humanidade inteira
E não somente daqueles
Que podem comprar bolas de aljôfar.

Aí você compreenderia
Que Natal é fé e simplicidade,
Compartilhar com o outro
É grandeza, é coragem,
O amor pode existir entre as pessoas
Chegou a hora de nos amarmos uns aos outros.

FELIZ NATAL
meu irmão, minha irmã
Eugénio de Sá

Sei que tu és, amigo, companheiro;
Um projecto de Deus feito de amor
Como um poema raro, alvissareiro,
Que a cada verso é mais amansador

Porque és de Cristo a doce emanação
E d’Ele recolheste o que é melhor;
A humanidade, a terna mansidão
Com que tratas o mundo, com penhor

Neste soneto aqui te trago irmão
Com a fraternidade que te dou a mão
A evocação de um Cristo redentor

E nela a minha fé que este Natal
O lembres com amor, como um igual
 Um justo paladino, um sonhador.

 

O SOM DE NATAL
Jusmaria da Cunha Carvalho
Brasil

Que nesse natal
Um som divinal
Propague a harmonia
De um novo dia

Cheio de alegria
Amor, bondade
E solidariedade
Para toda a humanidade

Que essa noite encantada
Seja iluminada
Pela estrela guia
Que boas novas anuncia

Que o soar dos sinos
E o cantar dos hinos
De todos os cristãos
Promovam a união
De todas as nações
Num enlevo de orações

Que a Divina Luz
Do Cristo Jesus
Elimine a escuridão
Numa angélica canção.

Natal de 2020
Alfredo dos Santos Mendes
Portugal

Que saudades eu tenho do Natal.
Esse dia tão lindo especial,
dos tempos em que eu era pequenino.
Lá caminhava eu, pé ante pé,
p’ra vasculhar na minha chaminé,
os meus sonhos doirados de menino!

E junto ao meu sapato remendado,
em que tinha deixado meu recado
ao menino Jesus e ao Pai Natal…
Encontrava um embrulho multicor.
Lá dentro, muitos beijos muito amor,
enlaçando um brinquedo especial!

O pequeno tambor que desejava.
A quente camisola que ansiava,
p’ra agasalhar meu corpo tão franzino.
Tudo que ambicionava eu encontrei.
Corri p’ra meu presépio e então rezei.
Minha prece de amor ao Deus menino.

Embora tantos anos já passados,
Jamais esquecerei, estão guardados,
Quando nasceu Jesus, quanta alegria.
Mas temo que este ano amargurado…
Dois mil e vinte, esteja malfadado…
E nos dê um Natal, só de agonia.

Vai ser bem diferente este Natal!
Embora continue especial,
Estará imbuído de amargura.
Milhões de seres humanos ‘stão sofrendo.
Por certo no Natal, alguns morrendo
Livrai-nos meu Bom Deus, desta tortura!

NATAL EM MÁCULAS
Celso Henrique Fermino
Brasil

Celebram-se mesas fartas
mimos de materiais
belos enfeites nas portas
e alegrias pontuais

Confraternizações tortas
crucificadas e mais
Amor que não mais conforta
Brilho que a estrela não traz

Natal de hipócritas ratos
paridos pelos seus atos
Tapas nas costas do amigo

e cravam facas no peito
Cristo na cruz esquecido
como seus filhos têm feito!

NATAL
Santa Catarina Fernandes da Silva Costa
Brasil

Chegando o Natal,
Caminhando lentamente nos dias
Derrubando lágrimas cortantes,
 gemidos dilacerantes
quando deveria ser alegrias.

Ano de dois mil e vinte,
Coberto de medo, com colheita de seres,
no planeta inteiro com ausência de ar.
Ar! milhões e milhões de pessoas queriam ganhar.
Saltar na vida, abraçar, beijar, cantar, festejar
bailar no vento; rodopiar.
E dizer “Feliz Natal”

Esta dádiva nem todos irão alcançar.
Chora, dezembro, os seus mortos!
Casas vazias, mesas não enfeitadas
Tantos prantos e tantas velas!
Cadê a árvore de Natal, com seus presentes?
As vozes que deixaram de soar?
Ar parado; estão todos ausentes!

O verdadeiro Natal está chegando,
O mundo se uniu na dor, olhou ao próximo.
Brotou o amor.
A compaixão chegou, trazendo solidariedade,
Bate em cada porta, a oração fora de moda.
Porém, muito perversos se aproveitaram dessa fatalidade!

O dia do menino ser lembrado está chegando,
Sem Papai Noel,
sem brinquedos, no seu carrossel.
Todos pedem vida, pedem ar para suas casas.
O menino Jesus, que encheu o mundo de luz, resplandece.
Agoniza o comércio e nasce o verdadeiro sentido
da data comemorada.
As mãos se juntam, se espremem e falam
com o menino Jesus, pedindo misericórdia.
Renasceram os homens de boa vontade.
A pandemia ensinou que todos somos iguais
O presente agora se resume apenas no respirar!
Menino Jesus, leva a peste para a cruz,
sara a humanidade que se desfaz na sua miserabilidade.
Transforma o interior de cada ser vivente,
e com sua luz reluzente,
nos conceda um Natal diferente.

SE EU FOSSE O PAPAI NOEL DE HOJE
José Ernesto Ferraresso
-Brasil.-

Se eu fosse esse Papai Noel,
Fique certo desta verdade.
Gostaria que meu poema fosse escrito no papel,
Para mostrar a todos nossa realidade.

Faria um Natal bem diferente ,
Que não houvesse só comida e presentes,
Que pensassem com o coração,
E mostrassem maior fé e união.

Um Natal de Fraternidade,
Entre os que dizem serem irmãos,
Natal que compartilhassem,
Com gestos de amor e compreensão.

Que os maiores ouvissem os menores,
Os ricos dessem maior atenção.
Aos  humildes e necessitados
E para todos os confinados e encarcerados.

Infelizmente uma coisa é certa,
Se eu fosse esse novo Papai Noel,
Faria reviver o nosso  ESPÍRITO CRISTÃO,
Ensinaria a todos que somos irmãos.

SORRISO DE NATAL
Tito Olívio
Portugal

Num dia, em que a sorte queria fugir
E andavam à solta uns anjos do mal,
Anónima força levou-me a subir
A escada puída do sótão central.

Abri a gaveta da cómoda velha,
Repleta de panos roídos da traça,
Com cheiro de mofo, ou suja guedelha.
Lá dentro, escondida, com pó e cor baça,

Estava uma peça de barro: um menino,
Em palhas deitado, descalço, ladino,
abelo alourado, cheirando a jasmim.

Peguei-lhe com jeito, limpei-o coa mão.
Ergueu a cabeça e, em sinal de perdão,
Aqueles olhinhos sorriram pra mim.

UM NATAL DIFERENTE
Gabriela Pais
Portugal

Toda a família não vai estar reunida,
Faca corta corações cruelmente,
Alguém vigia do céu a terra punida,
Será sempre Natal, mesmo diferente.

Os sentimentos vagueiam, abalam,
Neste tempo sem sonho e previsão,
Num amanhã desconhecido estiolam,
Que a pausa do tempo não seja em vão.

Celebrai intimamente, nasceu Jesus,
É Natal, cantemos com esperança,
Brilham estrelas no céu é noite de luz.

Longe, mas perto juntos em aliança,
Partilhar amor é fonte que produz
Uma luta pela paz que ao mundo lança.

DISSEMELHANTE NATAL
Gabriela Pais
Portugal

Menino Jesus de clara singeleza,
Nestes passos de desconhecido rumo,
Num silêncio que grita por defesa
Leva a implacidez dos seres ao prumo.

Perde-se na penumbra da noite fria
Apreciações de entendimentos crus,
Nas encruzilhadas de estrelas luzia,
Um olhar em cada esquina, era Jesus

Noite mais castigada, mas com luzeiro,
Restos de memórias cheios de abraços,
Alvor sereno, sorrisos e regaços.

Amanhã será outro dia, mais espaços,
Natal ocorrerá com ou sem nevoeiro,
Com prudência e por amor verdadeiro.

QUE ASSIM SEJA O NATAL
Cema Raicer
Portugal

Que seja simples e de imensa Paz
Que possamos viver o sonho por inteiro!
Que seja brando e traga ternura
Que seja amor entre os povos
Que seja afeto para os carentes
Que seja esperança para o mundo
Que seja suave como um sonho
Que seja intenso como o amor
Inspire interação virtual entre os seres…
É hora de comemorar o nascimento
Do menino Jesus
Que assim seja… o Natal!

VISÃO DO NATAL 2020
Cema Raizer
Portugal

Temos que seguir agindo
Para um futuro renovado
Cumprindo nosso dever
Lutando por um mundo melhor

Na sincera vontade
De bons ideais estampados na alma…
Que seja a Lua testemunha
E nos iluminem as estrelas

Que a brisa embale o planeta
Mesclando pensamentos de Amor e Paz!
Que as visões desse Natal
Sejam um propósito seguro

De levar avante uma vida digna
E idéias luminosas
Para todos os povos
Feliz Natal para o mundo!

 

SERIA GRANDE A ALEGRIA 
Lúcia Ribeiro
Portugal
 
Seria grande a alegria
Quando o Menino chegasse
Se não houvesse pandemia
Nos locais por onde andasse.
 
Que todo o mundo acordasse
Da tenebrosa agonia
Seria grande a alegria
Quando o Menino chegasse.
 
Toda a gente exultaria
Por milagre que vingasse
E afastasse a epidemia
Dos corpos que visitasse.
Seria grande a alegria!

2 comentarios en “POEMAS EM PORTUGUÉS NAVIDAD DIFERENTE”

  1. Desejo a todos os amigos do Aristos Internacional
    e agradeço pela acolhida no ano difícil de 2020, ano
    muito marcante com intempéries e desgraças que passamos,
    mas esperando com Fé e Esperança, uma Felicidade plena e
    vitoriosa no ano de 2020. Vamos à luta que conseguiremos
    o Amor e a Gratidão que o Pai espera de todos .
    Feliz Natal e que o Aniversariante visite todos os lares e lugares
    infectados levando a cura e o consolo a todos os familiares que
    perderam seus entes queridos.

    Responder
  2. Desejo um bom Natal dentro dos possíveis, a todos os colaboradores da Aristos Internacional e toda a equipa editorial. Muita Paz, Amor e Esperança. Um grande abraço fraterno.

    Responder

Deja un comentario