POEMAS A LA AMAZONIA EM PORTUGUÉS

Todo lo publicado en  ARISTOS INTERNACIONAL está sujeto a  la ley de propiedad intelectual de España

Septiembre   2.019  nº 23

La Dirección no se responsabiliza de las opiniones expuestas
por sus autores. 
Estos conservan el copyright de sus obras

AL SERVICIO DE LA PAZ Y LA CULTURA HISPANO LUSA

POEMA PARA A AMAZONIA
Regina Carvalho
Como es formosa, Floresta Amazônica!
Como es formosa com teus rios, tua fauna,
Tua flora rica e esplendorosa!
E a canção do uirapuru tão maviosa!
Nos teus rios queria navegar
Tua beleza sem fim a contemplar.
Ver-te sempre verdejante
Do mundo pulmão gigante.
Mas o Homem sem Amor no coração
Com a lei do fogo e do machado
O sangue verde vai espalhando
Aludes que a ambição desmedida
Espalha fumaça no ar
Ardem os olhos de quem pode ver,
Como dormir e sonhar?
Com os terríveis sinais de alerta
Preocupando o mundo e nossa nação!

AMAZÓNIA – O DESPERTAR DO MUNDO
Euclides Cavaco
O  meu grito de poeta
É um grito entristecido
Ao ver o nosso planeta
Pelos fogos destruído.

A Amazónia está a arder
Melhores dias pedir resta
A terra está a perder
Sua mais vasta floresta.
O grande pulmão do mundo
Tão necessário à vida
Perece em cada segundo
Em cada árvore ardida.
Parece que na Natureza
Dá sinais de revoltada
Com indícios de estranheza
Talvez por ser mal tratada.
Estes sinais de mudança
São avisos importantes
Implorando  temperança
A todos os habitantes.
Dê brado ao mundo comigo
Com seu empenho e vigor
Pra num cuidar amigo
Se trate a TERRA melhor.

Amazónia;
o Despertar do Mundo?
Eugénio de Sá
Foi como se as trombetas do inferno
Soassem a chamar por mil diabos
Que acorriam chegados do averno
Ateando fogos por todos os lados.
Já a floresta ardia afugentando
Todos os que mantinha alimentados
Gentes e animais, alguns ardendo
Corriam entre gritos, desesperados.
E os mandantes da imensa fornalha
Velam de longe aquela malvadez
Que é dos guardiões dessa gentalha
Que lhes impeçam a vil avidez?
Estalam os ucuúbas, as gameleiras
– E as aves vão-se ao céu, desaustinadas –
Caem em chamas, tal como as palmeiras
 Gemendo dores, já sobre o chão prostradas.
O horizonte é negro, oculta o arreból
Até onde essa linha cai em curva
Como se 4 milhões de campos de futebol
Desaparecessem sob a bruma turva.
Horrizadas, as gentes do mundo
Sabem qu’esse pulmão com que contavam
Se esparsa em rolos do mais denso fumo
Perdido o alento com que respiravam.
Como parar a morte nas paragens
Que bem serviam destinos tão nobres?
– Porque sem a Amazónia, essas aragens
Ficam pro mundo cada vez mais pobres!
AMAZONIA
Alfredo dos Santos Mendes
Há cobardes. Mandantes escondidos!
Amazónia está sendo consumida.
Aos poucos exterminam tanta vida,
A flora e os animais são consumidos!
Por que não dão a cara estes bandidos?
Quem que ver Amazónia destruída?
Aos poucos ficará terra batida…
E os canalhas jamais serão vencidos.
Serão estes senhores ignorantes?
Ou fingem não saber quão importantes,
Que tudo na Amazónia é tão fecundo!
Ela é central purificadora.
Da nossa atmosfera protetora!
Amazónia é: o “PULMÃO DO MUNDO”!

Amazônia…Nosso Chão…
José Ernesto Ferraresso
Florestas de grandes primores, pássaros variados cantores e tenores,
confundem-se com os sons trinados do amanhecer ao anoitecer encantado.
Terra abençoada por Deus, de matas virgens e mistérios, tudo se explora
e se retira, floresta que tanto se admira.
Nossa Amazônia faz parte do tema polêmico de fraternidade.
Hoje, por Deus é mata escolhida para salvar vidas. 
Patrimônio  diversificado, mesclado de pobreza e riqueza, de extensa imensidão e beleza
Sua flora, fauna e (carente) comunidade, hoje é tema obrigatório não só do povo como da igreja.
A Floresta não é minha, e nem sua; é de todo um povo, de uma nação,
do mundo.
«Vida e  Missão Neste Chão», gera entre os povos devastação e  exploração.
Habitada por povo humilde e despojado, conquistada e disputada por muita gente.
Arbustos imensos entrelaçados, terra de grandes seringais;

A bela Amazônia dos grandes mananciais.

ACORDA MUNDO
Gabriela Pais
A bela grandiosa Amazónia,
é rainha pulmonar do mundo,
vida, luz, beleza em agonia
por desamor humano profundo
de vermes repletos de ignomínia.
Porque querem reduzir-te a cinzas,
porque te desejam suprimir,
porquê? Ganância sem balizas,
origem de maldade a reprimir.
Pura Amazónia como agonizas.
Deixem viver e cantar os rios
e os povos que ali vivem respirar,
escutar dos pássaros seus pios,
a fauna na terra fresca andar,
não matem, lugar cheio de atavios.
Hileia amazónica tropical,
Património da Humanidade,
lugar sagrado sem igual,
fonte viva, uma razão, vontade,
gente que desperta para o mal,
micos tomados de crueldade.
Mundo por que temporizas mais,
porque há tanta depravação?
Mandantes garrulam e jamais,
surge acertada resolução,
tempo urge, depois… Tarde demais!
UM LUGAR DO PLANETA TERRA
Cema Raizer
Estou de volta
Voltei para o meu lugar
Não consegui viver longe daqui
Fiquei só e sem esperança…
Como viajante solitária
Buscando motivos para entender
A vida e o destino…
Respirei um ar mais poluído
Tomei agua duvidosa
Olhando o entorno tentei entender
Mas não sei ficar longe
 Meu lugar é aqui!

Tudo se resume em dizer
Que amo toda a natureza
Deste lugar tão simples
Que quero preservar
Do qual senti saudades

3 comentarios en “POEMAS A LA AMAZONIA EM PORTUGUÉS”

  1. REGINA CARVALHO : Poema de amor para uma triste realidade…
    EUCLIDES CAVACO: Grito de alerta que nos faz pensar na urgência e importância de proteger a natureza!
    EUGÉNIO DE SÁ : É real, mas gostaria que não fosse verdade esse inferno que descreves!A natureza em chamas!
    ALFREDO DOS SANTOS MENDES: Falas do «Pulmão do Mundo» com a convicção de quem ama, e sabe o valor da Amazônia!
    JOSÉ ERNESTO: Com certeza, Poeta! Um grande patrimônio da humanidade não pode sucumbir…Que se cumpra o dever e o
    sonho de proteger o que pertence a todos!!!
    GABRIELA PAES : A dúvida, e as perguntas de teu poema, cabem em todos nós!E a vontade que se cumpra a «Ordem e o Progresso!

  2. Boa Tarde amiga Eunate e todos os outros poetas que estão no trabalho digno de aplausos da amiga .
    Só temos de agradecer que ainda existem alguns poetas que valorizam a nossa poesia , ou seja, que sempre tenhamos
    um local ou recanto poético para mostramos os nossos momentos de emoções. Não vou citar nomes ,mas quero parabenizar todos os amigos que discorreram seus momentos de angústias e preocupações com a nossa Terra Brasileira , através da alusão mostrada em suas poesias com tanta preocupação. Mais uma vez agradeço imensamente o carinho dos amigos da diretoria do OARISTOS. Boa tarde e ótima Terça-Feira pedindo desculpas que meu computador deu problema .Abraços a todos!

Deja un comentario