MULHER

Todo lo publicado en  ARISTOS INTERNACIONAL está sujeto a 
la ley de propiedad intelectual de España

 

UM POCO MAIS, SOBRE A MULHER

 Carolina Ramos

O assunto mulher é inesgotável! Tenho netas e bisnetas e penso nelas, em particular, ao abraçar o tema.

Nós, mulheres, que ao mundo já mostramos do quanto somos capazes, fazendo jus às nossas reivindicações, precisamos reconhecer estar na hora de dar um passo atrás! Ponderemos:

 Desde a conquista do direito de votar, já avançamos muito, e, por certo, muito ainda nos resta a conquistar, contudo é preciso reconhecer que, em alguns pontos, fomos além do pretendido! Reitero o que já disse publicamente, há algum tempo, em palestra sobre a mulher, ante um auditório plenamente feminino.

 Esse “além”, avançado após a corrida em prol das nossas justíssimas reivindicações, absolutamente não nos foi útil! Um pequeno passo atrás, em nossas andanças, não faria mal algum à conquista de direitos e nossa feminilidade até muito se beneficiaria com isto! Em virtude desse extrapolado avanço, nós, mulheres, de certa forma nos descaracterizamos um pouco, ultrapassando, por vezes, limites do bom senso. Exemplo: – Se a mulher atual conquistou seu merecidíssimo “lugar ao sol”, isto não quer dizer que se deva desnudar perante o “astro rei”, ou quase! Se vivemos numa cidade praiana que, idealisticamente, oferece o que há de melhor para repouso, diversão, inspiração, etc., nossas praias, a exemplo das demais do mundo, mercê desses avanços, transformam-se em vitrines abertas que exibem joias da beleza feminina, sem isentá-las da cobiça do sexo oposto.  Ou será justamente isto o que a mulher pretende, com essa exibição pública … alçada ao exagero?!

Negando-me a ser retrógrada ou puritana,  o que, no presente, até seria desculpável, asseguro, com apoio em longa vivência, que se conscientemente abrandada a atual exposição feminina e também um pouquinho contida a avidez de tentar ombrear-se, ou até sobrepujar, certos valores masculinos, haveria, hoje, um pequeno retrocesso altamente benéfico à mulher, que recuperaria valores perdidos, firmaria as bases da sua feminilidade e ainda o respeito daquele que a venha cobiçar, ou melhor,  amar como  de fato ela merece!

Os homens não precisam de iscas! Eles chegam em cardume, a valorizar muita coisa mais importante que simples atrativos físicos exibidos às escâncaras a céu azul! Esse mesmo céu azul, que, aos poucos, se tornará cinzento, dando a tais atrativos, de forma implacável, o brilho efêmero de um relâmpago!

  A dignidade de um homem não exige que a mulher perca a sua, para conseguir chegar até ela. Não é preciso ir tão longe!

Pensemos nas gerações vindouras, que, uma vez chegadas a este mundo, se defrontarão com portas e janelas escancaradas! Que saibam usá-las com critério, sem ousar avançar ainda mais, expondo-se ao risco de encontrá-las fechadas quando tentem um retrocesso, tão logo reconhecidos os limites ultrapassados. Pode não haver caminho de volta!

            O homem, quando realmente quer, sabe como conquistar a mulher que almeja. Foge daquelas que, velada ou ostensivamente, leiloam predicados em hasta pública. Estas, só interessam por pouco tempo – festa para os olhos, não para o coração!

            Para a mulher, nada melhor que ser a escolhida! E, dentro da mais autêntica feminilidade, ter o direito de aceitar, ou não, quem a escolheu – quem sabe, até por ela já escolhido, como na maioria das vezes acontece.

Com base no amor e no respeito mútuo, formam-se pares felizes, que embarcam seus sonhos num mesmo navio, livres de amarras, prontos para, ao aceno do amor, iniciarem aquela viagem, nem sempre fácil, fiéis ao lema, “até que a morte nos separe”, ou, tão somente, ao sabor do “infinito enquanto dure”, como poeticamente dizia Vinícius. O que é sempre lembrado, quando alguém, consciente, pretende falar de amor.

MULHER-MENINA
Luiz Poeta – Luiz Gilberto de Barros

Há uma menina em teu interior
Que te visita sem te avisar,
Ela te invade expulsando a dor
Junto com a lágrima do teu olhar.

Tu só precisas, quando ela chegar,
Deixá-la solta, porque essa menina
Só fica triste se te vê chorar…
Com teu sorriso, ela se ilumina.

Tu tens direito a essa liberdade !
Quando a saudade vem te visitar,
Essa menina solta te invade
Com a vontade doce de sonhar.

Tua alegria fica cristalina
E se mistura em tua solidão
Porque, no fundo, és essa menina
Que se ilumina… no teu coração.

 A TI, MULHER
Eugénio de Sá ( Portugal )

Tanto de ti, mulher, queres consagrar
Tantos cansaços, tantos sofrimentos…
Quantos golpes de rins tu tens de dar
Pra fazer face a tais cometimentos

E se outros mais encantos não se mostram
Nesse teu rosto a sulcos retratado
É porque os mais desgostos se confrontam
C’ o riso nos teus lábios, apagado!

Mulher e mãe, julgada e julgadora
Todos te flagelam, implacáveis
Quando dos males te apontam causadora

Mas os credos de Deus são insondáveis
E como Salomão, és sabedora
Que os dons do coração são indomáveis!

M de Mulher!

Rose Arouck
– A Poeta Trovadora –
Mulher Musa…
Melindrosa múltipla.
Mulher, mil metamorfose maiúscula!
Motivando manhã matizada, medieval.
Magna medusa, madrigal…
Mulher Matreira…
Minimiza modo menos mortal,
multiplica maneira multireal…
Minorando-se meticulosamente mundial,
mostrando moída marca memorial.
Mulher Mãe…
Matriarca, mágica, maravilhosa!
Movimenta mundos meninando melindrosa;
maternando medos,
minimizando mofos,
ministrando mistura melosa…
Mulher Mártir…
Madona meneando males;
mastigando metas mergulhadas,
mudando motrizes motorizadas,
mostrando migalhas mimáveis,
medidas massacradas,
mantendo mudez maceradas…
Mulher Mágica…
Moça maneirosa
mitiga melena maviosa,
mistura mestra magniosa
metendo mão missivista, maliciosa.
Malabarista massageia multirosa
medindo mundo meia moda..
Mulher, Moça, Maria…
Murmura melhor musicando maestria. 


MULHER SEM MUROS
Thalma Tavares ( Brasil)

 
Em que medita esta mulher sem muros,
esta que encilha o seu corcel de sonhos
e, como num Pégaso, cavalga
o mirífico, o lendário, a fantasia?…

Solta, mulher, as rédeas do teu verso,
transpõe todas as pontes,
derrama poesia.

Cavalga sobre os muros teus desejos,
desde os mais puros
aos secretos e profanos
e reza, sem temor,
teu credo de esperança.

Verás que os colibris trazem nos bicos
o pólen das paixões
e os beijos que  postulas
para a flor da boca que se abre
no cio dos amantes.

E então, em teu olhar
perdido no horizonte,
nova centelha de amor se acenderá
e entenderás todas as dores,
toda mágoa, toda angústia
e serás tão plenamente iluminada,
tão pura e tão completa
como plena será sempre
a Lua do poeta.

ATRÁS DO ROSTRO
Marcia Portella (Brasil)

Eles não sabem nada sobre ela,
A mulher por trás do rosto,
A tristeza que exibe no olhar que olha além
 E no semi luto que lhe cai tão bem.  

 Despida por instante vaga entre dois
 Mundos com sua máscara de paz- 
 Sua segunda pele.
Seus suspiros se estendem como se
 Fossem agarrar nuvens pálidas que
Pairam nas madrugadas arrematadas
Com debruns de anjos…

Nessa hora, lânguida estremece em
Espasmos de paixão fazendo com que   
Uma vida inteira caiba dentro de uma hora
Como a aurora ao romper a escuridão
Escondida entre sombras e disfarces…

MULHER… A VIDA!…
Ógui Lourenço Mauri

A partir dela, começa nova vida…
Mulher, gênese maior da concepção!
Faz-se ímpar protetora do embrião,
Num sublime encargo, por Deus escolhida!

Em seu ventre, traz o feto com amor.
Dá à luz!… A espécie que se perpetua!
Amamenta, por missão somente sua;
No crescer da cria, dá-lhe mais calor.

Vive, do filho, as vitórias e fracassos;
Muitas vezes, no lugar de mãe e pai.
São momentos em que sempre sobressai
A intuição do ser mulher ao dar os passos.

Mulher… A vida!… Missão polivalente!
Ela é mãe, tão companheira e tão amante!
Para o homem, faz-se trunfo exuberante,
É com ela que ele põe a vida à frente! 

Mulher… A vida!… Coberta só de glória!
Competência a impulsionou rumo à conquista,
Eis que pela sociedade agora é vista
Pari passu ao homem, a fazer a História.

MULHER BORBOLETA
Orlando Caetano

 Tu vais voar
borboleta azul
elegante e ágil
vais-te libertar

Subindo no ar
em mutação
de forma e cor
nova canção
com mais vigor

Voar é preciso
sonhar é preciso
nunca desistir
pois é voando
que novos mundos
vais descobrir

MULHER
Amilton Maciel Monteiro SJC/Brasil

Reparem na beleza que há no pôr do sol
e no esplendor sereno de uma lua cheia;
na bruma da manhã, quando o imenso lençol
encobre com mistério quase toda a aldeia…

Encantem-se com as cores do lindo arrebol
que acorda cedo as flores e logo incendeia
de luz, campos e matas para o rouxinol…
Além de agasalhar estrelas a mancheia!

Absurda a quantidade dessas maravilhas
que o Criador nos deu apenas por amor,
somente por imenso afeto aos filhos seus!
E tudo sem falar no encanto das famílias,
as quais têm na mulher o seu maior valor!
Mulher, a obra-prima de nosso Bom Deus! 

E DEUS FEZ A MULHER
Humberto Soares Santa

A mulher e seus sentidos sempre alerta,
Resultaram da mistura em dose certa
Colocada num cadinho com a costela.
Perfume a mulher tem e tem amor,
Se Deus a pintasse com mais cor,
Certamente que seria menos bela.

Com um pouco mais de dor, era queixume.
Com um pouco mais de amor, era ciúme.
Com um pouco mais de olhar, era gazela.
Com um pouco mais de fulgor, seria raio.
Com um pouco mais de flor, seria Maio.
Com um pouco mais de luz, seria estrela.

A mulher é bela em qualquer idade
Mas só pode ser mãe sem virgindade
Pois só a mãe de Deus morreu donzela !

QUANDO CHEGAR
Martha Medeiros

Quando chegar aos 30
serei uma mulher de verdade
nem Amélia nem ninguém
um belo futuro pela frente
e um pouco mais de calma talvez

e quando chegar aos 50
serei livre, linda e forte
terei gente boa ao lado
saberei um pouco mais do amor
e da vida quem sabe

e quando chegar aos 90
já sem força, sem futuro, sem idade
vou fazer uma festa de prazer
convidar todos que amei
registrar tudo que sei
e morrer de saudade.

Mulher
Rayme Soares

Mulher lua
A outra face, a face nua
Mulher terra
O que é mistério, o que se espera
Mulher natureza
O que é firme, o que é beleza
Mulher força
A gravidade, a correnteza
Mulher água
O nascimento, a incerteza
Mulher vida
Por toda parte, a tua semente.
Mulher gente.

MULHER
Gabriela Pais (Portugal)

  Mulher símbolo d’ amor,
uma força que enche a vida,
    esconde que sente dor
     e vai à luta aguerrida.

      Mulher ser especial,
   firme, por vezes feroce,
       envergadura ideal,
     brisa do lar agridoce.

ALMA DE MULHER
 Lucinete Vieira 

Nada mais contraditório do que ser mulher…
Mulher que pensa com o coração, 
age pela emoção e vence pelo amor. 
Que vive milhões de emoções num só dia 
e transmite cada uma delas num único olhar.

Que cobra de si a perfeição e vive 
arrumando desculpas para os erros,
daqueles a quem ama.
Que hospeda no ventre outras almas, dá à luz
e depois fica cega, diante da beleza dos filhos que gera.

Que dá as asas, ensina a voar, mas que não quer ver partir
os pássaros, mesmo sabendo que eles não lhe pertencem.
Que se enfeita toda e perfuma o leito, ainda
que seu amor nem perceba mais tais detalhes.

Que como numa mágica transforma 
em luz e sorriso as dores que sente na alma,
só pra ninguém notar.
E ainda tem que ser forte para dar os ombros 
pra quem neles precise chorar.

Feliz do homem que por um dia souber,
entender a Alma da Mulher!

MULHER
Regina Coeli Rebelo Rocha

Mulher, etéreo óleo-sobre-tela,
Pintura em tons seletos de harmonia;
Aplausos ao pintor, na maestria
Do uso do pincel que a faz mais bela!

No corpo, um escultor bem a revela:
Suaves ondulações em simetria;
Sua alma, altar da dor e da alegria,
Embala uma oração doce e singela…

Aroma bom de mato e de pureza…
Um ser de  amor, regado a emoção…
Rainha em meio aos bens da Natureza…

Mulher, tu és a mais sensual canção,
Cantada em poema cheio de beleza,
Pelo poeta, no tom do coração!

MULHER CRISTà
Ana María

Mulher cristã,um istrumento nas mãos de Deus !
um símbolo de amor pra os seus .
Uma professora sem restriões!
Uma coordenadora da sociedade, das nações.
Enigma inesgotável e forte.
a executora de atos nobes de toda sorte
Mulher cristã, a ternura que envolve a criança, 
Que envolve a vida do jovem com segurança, 
Que orienta os passos do jovem com seu exemplo,
Que acompanha o adulto eo leva ao templo.
É a base da célula- mater da sociedade.
É a heroina que sabe adornar a felicidade.
Mulher cristã é aquela que ensina o filho a orar.
É aquela que ameniza no mundo a chorar.
É aquela que não tem limitação!
É aquela que a todos dá atenção!
É aquela que contribui para o perdão.
É aquela que para tudo é a própria lição. 
Mulher cristã é um título de extrema honra sincera 
É o símbolo de toda cultura na terra.
É o conceito mais alto da feminilidade. 
É a mola mestra do mundo!
É o símbolo de felicidade. 
mulher cristã não tem distinção de raça,
classe social ou cor .
ELA crê em DEUS 
n’Ele vê o verdadeiro amor .

4 comentarios en “MULHER”

  1. Poema de Eugénio de Sá, «A ti Mulher»,
    Poetizar é ver através de!
    É entender e sentir o ser com a alma!
    É sentir no coração o que o outro coração sente!
    Expor a sabedoria da alma !

    Responder
  2. Carolina ramos; «Um pouco mais sobre mulher-» Fazemos parte de um mundo em evolução» é o que dizem… e acho que está tão óbvia e acelerada que estamos pensado o
    que dirão daqui a 30 anos, os jovens que hoje tem 20?
    Um texto bem pensado, Carolina!

    Responder
  3. LUIZ POETA- Mulher menina: Um poema delicado, de coração aberto, simplesmente
    encantado, pois entende, simplifica e enaltece valores que estão ocultos, mas existe
    na alma feminina… existem, sim!

    Responder
  4. ROSE AROUCK: M de Mulher- Mama mia! Parabéns por dizer tanto num pequeno Poema!
    Uma Montanha de Magnólias, Margaridas e Madressilvas pela tua inspiração!

    Responder

Deja un comentario