ANSEIO

Todo lo publicado en  ARISTOS INTERNACIONAL está sujeto a 
la ley de propiedad intelectual de España

 

Justo Anseio
Eugénio de sá

Fado ominoso o meu, triste penar
O que sonhei pra nós, é letra morta
Sou como vento a tumultuar-te a porta;
Nada mais que um ruído a ignorar.

Fechada a boca à fala que não sai,
Cerrado o coração à dura pena,
A alma, reduzida, é mais pequena
C’o afundado punho em que se vai.

Sou qual um livro que as folhas rasgaste,
Atirado na estante, e lá esquecido
Um mal menor, que sempre desprezaste.

Malgrado, anseio por ser ressarcido
Volvido à vida que tu me negaste;
Que me permita amar o que é merecido.

ANSEIO
Carolina Ramos (Santos SP Brasil)
                       
Por mais que em convulsões o mundo trema,
rumo ao caos que implacável nos atinge…
Por mais, seja negado o suave lema,
“Paz e Amor”, que de sangue hoje se tinge…

Por mais que o desencanto fel esprema
nas almas secas de quem  já nem finge,
creio sempre  num Deus que é Luz suprema,
 e é Sol que aclara o Bem… e o Mal restringe!

Mesmo envolta nas sombras da amargura,
mesmo que os dias sigam mais tristonhos
e a vida cada vez menos segura,

fujo à incerteza que o momento traz

mantendo vivo, a incrementar meus sonhos,
o doce anseio de encontrar a Paz!

ANELO
Gabriela Pais (Portugal)

Amor halo do coração,
jardim de roseiral rubro
plantado no mês d’ Outubro,
rosas flores de eleição
seu perfume a tentação,
anelo o sentir do amor,
inalando seu vapor.

Cada rosa um simbolismo,
cada cor uma lição,
suave odor duma canção,
com tanta beleza cismo
quem deu este virtuosismo
às roseiras de cetim,
Deus com um amor sem fim.

Amor e rosas opção,
romance sem fantasia,
astro de luz que extasia
rosa rubra de paixão
prende sem vacilação,
sem acúleos não fere
nem tem mal que se lhe adere

TROVAS

Um querer tão pretendido
e tão difícil de obter,
anelo assaz incontido,
quer mal do mundo abater.
….. ….. ….. …..
Cresce anelo vigoroso,
para o bem resplandecer,
completo amor poderoso,
ambição vê-lo nascer.
Gabriela Pais (Portugal)

 

3 comentarios en “ANSEIO”

  1. «JUSTO ANSEIO» Delineando a dor em versos que fazem parte
    da vida… no tempo da espera a vida impõe a mudança que
    ao coração surpreende. Lindo poema de seguro otimismo!

    Responder
  2. Parabéns aos três Poetas, que falam de ansiedades diferentes.

    Eugénio de Sá, fala em «JUSTO ANSEIO» por ser «ressarcido, que o permita amar o que é merecido»!

    A Poeta Carolina Ramos fala-nos «do doce anseio de encontrar a Paz»!

    Gabriela Pais fala-nos em Amor, romance e paixão!
    Se passarmos os três Poemas lindos numa ampulheta, verificaremos que os três Poetas desejam amor e Paz !

    Responder
  3. «ANELO» Gabriela Paes
    Com certeza Gabriela, Teu poema traz o perfume de flores…
    e nos fazem meditar sobre o amor! Parabéns!

    Responder

Deja un comentario